Visão

January 23rd, 2003 § Comments Off on Visão § permalink

É impressionante como nossos olhos se comportam. Essa página sobre ilusões visuais mostra como a visão reage às diferentes situações de um mundo tridimensional e com sombras. Realmente interessante, embora eu não concorde com as explicações teóricas.

Mais um fiasco do Bush

January 23rd, 2003 § Comments Off on Mais um fiasco do Bush § permalink

Mais um fiasco envolvendo o Walking Bush, digo, presidente Bush. Acontece que o digno presidente foi fazer um discurso sobre seus planos econômicos em um depósito em St. Louis. Durante o discurso era possível ver várias caixas atrás da plataforma onde ele se encontrava com a inscrição ‘Made in USA’ estampada nas mesmas. O problema: as caixas haviam sido feitas na China. Alguém cobrira a inscrição ‘Made in China’ anterior e escrevera a nova inscrição por cima. Teria passado se caixas na lateral da plataforma não tivessem entregado o ouro. Esse presidente é uma tragédia ambulante.

Chat DHTML

January 23rd, 2003 § Comments Off on Chat DHTML § permalink

O pessoal que criou o Xopus, um editor XML baseado em DHTML, apresenta agora uma nova aplicação: Good Old Adventures. É um chat multi-usuário também feito totalmente em DHTML. Simplesmente inacreditável.

Usabilidade

January 23rd, 2003 § 1 comment § permalink

Se todos os desenhos de interface de aplicativos, sejam Web ou desktop, fossem feitos tão apropriadamente como o desse sistema, nós não teríamos tantos problemas com usuários.

O Senhor da Luz

January 22nd, 2003 § 2 comments § permalink

Eu nunca tinha lido nenhum dos livros de Roger Zelazny, embora o conhecesse com um dos grandes nomes da fantasia e ficção científica mundial. Recentemente, consegui emprestado O Senhor da Luz, que descobri ser considerado a sua obra prima. É também o livro que lhe rendeu o prestigioso prêmio Hugo e uma nominação para o igualmente conceituado Nebula. Além disso, o mesmo figura em quase que todas as listas das maiores obras de ficção científica de todos os tempos já feitas após sua publicação. Depois disso, eu esperava literatura de primeira qualidade e não me decepcionei.

A estória se passa em um futuro muito distante, quando a Terra já não mais existe, em um planeta colonizado pela tribulação de uma nave humana. Nesse planeta, um grupo dos primeiros colonos alcançou um domínio tal sobre a tecnologia ao ponto de chegar à imortalidade por meio da transferência de corpos e agora regem sobre os descendentes dos demais colonos e de seus corpos originais como deuses do panteão hindu, incluindo Kali, a Deus da Destruição; e Yama, o Senhor da Morte. Porém, um deles, que foi Siddhartha, e agora é o Mahasamatam, Subjugador dos Demônios e Senhor da Luz faz guerra a todos eles.

Obviamente, com qualquer bom livro, a estória é mais complexa do que parece à primeira vista e abrange vários níveis que vão sendo explorados ao longo da narrativa. Não vou atrapalhar o prazer de ninguém, revelando mais da história do que o necessário, mas basta dizer que Zelazny conta um incrível épico, misto de fantasia e ficção científica, onde ódio, amor, honra, orgulho e poder abalam as fundações de uma sociedade.

No que concerne ao estilo de Zelazny, são poucos os escritores que dominam tão bem o seu ofício. O livro é rápido, sem perder o passo em momento algum. O autor cria um mundo tão rico e o mostra de maneira tão detalhado que a leitura se torna extremamente agradável e as imagens que o livro provoca permanecem na memória do leitor por um longo tempo.

Da mesma forma, o modo como a estória termina ficou exatamente ao meu gosto, bem coerente com o restante do livro. Em suma, para aqueles que apreciam um bom tempo de leitura prazerosa, O Senhor da Luz é mais do que recomendado.

W3C DOM Compatibility

January 22nd, 2003 § Comments Off on W3C DOM Compatibility § permalink

Para desenvolvedores Web que lutam com as diferenças de compatibilidade de DOM nos principais navegadores, essa página oferece informações detalhadas sobre as variações. O resto do site também possui um conteúdo muito bom, incluindo informações sobre CSS.

Filtros anti-spam melhorados

January 21st, 2003 § Comments Off on Filtros anti-spam melhorados § permalink

Paul Graham publicou um novo artigo sobre filtros bayesianos explicando as melhores a que ele chegou após o artigo original. Leitura recomendada. O assunto é muito interessante e representa uma nova esperança para pelo menos diminuir o problema do spam. Para aqueles que ainda não sabem, o Mozilla implementou uma forma simplificada desses filtros na versão 1.3.

Skydriving

January 21st, 2003 § Comments Off on Skydriving § permalink

Tem louco prá tudo nesse mundo. Veja se isso é possível: skydiving com carros. Custa cerca de 15 mil dólares por vez, e obviamente o carro é inutilizado. Tudo com a maior segurança.

Receita de Lembas

January 21st, 2003 § 13 comments § permalink

Um fã do Tolkien bem animado tentou descobrir a receita aproximada do lembas, o famoso pão élfico que a Sociedade do Anel recebe quando parte de Lóthlorien. Resta saber se o resultado tem os mesmos efeitos mágicos da outra.

Abaixo segue uma tradução livre da receita. Não entendo muito de cozinha, mas acho que dá para ter um idéia de como fazer. Os links no texto são para sites mostrando algum detalhe.

Lembas

O que Tolkien diz sobre o lembras:

  • Eles contém mel;
  • O miolo possui um coloração clara e a crosta é de um marrom também claro;
  • São finos e de formato regular. Isso implica que eram feitos em algum tipo de chapa. O equivalente moderno mais próximo seria uma forma do tipo usada para o krumkake norueguês. Eu usei uma diferente, para a pizzelle italiana.

Outras coisas que podemos adivinhar:

O pão continha a fruta e talvez o néctar das flores do árvore Mallorn. Eu usei laranjas, embora kumquats ou a fruta mão-de-Buda provavelmente seriam melhores. É possível que a receita usasse algum tipo de noz moída. Eu usei amêndoas. Também continham farinha nutritiva. Usei farinha de semolina, que é mais primitiva e mais nutritiva.

Galadriel deve ter usado um tipo de moedor para refinar os ingredientes. Usei um processador de alimentos. A receita:

  • 3 ovos
  • 1 copo de mel (de preferência mel silvestre)
  • 1 colher de sopa de casca de laranja ralada, ou três kumquats, ou ainda um pedaço grande de uma fruta mão-de-Buda
  • 2 colheres de sopa de sumo ou essência de laranja (opcional)
  • 100 gramas de amêndoas escaldadas
  • 1/4 de xícara de manteiga
  • 2 1/4 xícaras de farinha de semolina
  • 1/2 colher de sopa de sal

Coloque os ovos, o mel, a casca de laranja (ou os outros frutos), o sumo da laranja e as amêndoas no processador. Deixe por três minutos. Adicione uma xícara da farinha e misture por mais 1 minuto. Coloque em uma bacia e junte o resto da farinha e o sal. Mexa até que esteja completamente homogêneo. Por fim, asse em pedaços em uma forma como as descritas acima por 15 segundos (cada pedaço) ou até que fiquem com a cor levemente marrom. Você pode usar uma outra forma qualquer, mas acrescente fermento se fizer isso. Neste último caso, a textura não ficará tão similar.

É isso! Se alguém fizer, comente aqui como ficou.

Digitação

January 21st, 2003 § 7 comments § permalink

Pouca gente se preocupa com isso hoje em dia, mas se você tem curiosidade de saber a sua velocidade de digitação, experimente esse teste grátis. Eu até que não fui muito mal para o que eu esperava: 65 palavras por minuto (média de 61) com uma acurácia de 95%. Considerando o jeito que eu digito, dá para o gasto. Obviamente, não dá nem para comparar com alguém que fez um curso e sabe as técnicas.

Where am I?

You are currently viewing the archives for January, 2003 at Superfície Reflexiva.