Problemas telefônicos

July 28th, 2003 § 17 comments

Sexta-feira eu cheguei em casa do trabalho e minha esposa disse que o nosso telefone estava fazendo chamadas mas não estava recebendo. Depois de algumas investigações, constatamos que o nosso número havia mudado. Como nós não tínhamos solicitado nenhuma mudança, eu liguei para a Telemar para esclarecer a situação. Resultado: uma pessoa, chamada Marina, que eu nunca vi em minha vida, havia solicitado a transferência. Aparentemente essa pessoa possuía o meu número de CPF e isso é tudo que a Telemar precisa para trocar o número. Na verdade é pior: eles precisam apenas da confirmação dos três primeiros números do CPF.

Depois de vários telefonemas tentando entender melhor o que aconteceu (contando com um idiota que me atendeu e me mandou ligar para o 102 para ver o que havia acontecido) a situação ficou assim: eu perdi o meu número — que já foi até instalado em outra casa — e ainda vou ter que pagar R$ 14,50 pela mudança. Segundo eles, a única maneira de evitar que alguém com o meu número de CPF faça qualquer mudança é ir pessoalmente a uma agência para registrar que somente o titular pode efetuar pedidos de serviço.

Agora, tem cabimento que qualquer Zé Mané com o seu CPF possa fazer mudanças em sua linha? E se o seu CPF for roubado — o que é exatamente o que aconteceu comigo? Eu até acho que não foi por causa disso, já que a pessoa poderia fazer alguma coisa pior, como cancelar a linha ou pedir a instalação de uma segunda linha, coisas que me causariam ainda mais prejuízo.

Eu estou meio sem saber o que fazer. Por enquanto eu estou planejando apenas verificar com o Procon se dá para fazer alguma coisa — pelo menos recuperar o dinheiro do prejuízo. Se der, eu também vou tentar criar caso já que acho um absurdo a facilidade com que alguém pode prejudicar uma pessoa assim.

De qualquer forma, se alguém já passou por isso e tem experiência, eu ficaria feliz em receber algumas dicas.

§ 17 Responses to Problemas telefônicos"

  • Félix F. says:

    Não tive problemas com a Telemar. Felizmente aqui não sofremos com seus desserviços. Mas já ouvi falar que anda encrencada por suas presepadas e pelas indenizações que tem pago. A dor de cabeça poderá ser grande, mas é bom ficar de olho. Já pensou numa linha clonada?

  • Ronaldo says:

    Pois é! Essa Telemar tem aprontado muitas das suas aqui em Minas. Há muitos boatos de que ela tem cobrado em excesso e arrumado serviços inexistentes. Pode ser que o meu caso seja um destes. Mas dessa vez eu não pretendo ficar quieto. 😀

  • Ronaldo, felizmente nunca tive problemas do tipo, mas ficaria bastante indignado no seu lugar. Acho que a idéia de procurar o Procon é a melhor nesse momento. Não tem cabimento vc ter que pagar por um problema que eles te causaram. Mas tenha paciência, essas coisas costumam demorar pra se resolverem (digo em caso de indenização) …

    Quanto ao assalto, também acho que não tem nada a ver não. Também já fui assaltado e sei como é péssima a sensação de “poder estar sendo seguido”. Mas, pelo menos, pensando aqui não encontrei nenhum possível motivo malicioso neste caso. Fica frio :-)

  • Ronaldo says:

    Valeu pela força! Eu realmente estou indignado. Sem cabimento o jeito como foi fácil fazer a mudança da linha. Eu vou procurar o Procon e minha mãe também a idéia de enviar um e-mail para um jornal local que tem uma espécie de quadro sobre direitos do consumidor onde uma especialista lê um e-mail todo dia e responde a dúvidas. Pode ser que algo semelhante já tenha acontecido a alguém e eu possa aproveitar a experiência. Vou ver também se coloco o assunto nesses sites de reclamação para criar mais caso também. :-)

    Sobre a questão do assalto, acho que você tem razão. Provavelmente não tem nada a ver. É só essa sensação estranha mesmo. :-) Eu acho que pode ter sido ou um erro da Telemar, ou uma confusão provocada já que o jeito que as coisas aconteceram foi meio suspeito. Vamos ver no que dá.

  • Vladimir says:

    Mais uma prova da total inaptidão das corporações em lidar com o que eles prezam tanto em suas reuniões gerenciais intermináveis: o cliente.

    Estou extremamente curioso em saber o que essa pessoa estava pensando ao se dar ao trabalho de fazer uma ligacao para mudar o numero de telefone de outra que provavelmente nem conhece.

  • Dyego Turl says:

    Complicado isso, mas eu estou movendo uma ação contra a telemar a respeito de serviços cobrados indevidamente, tenho grandes chances de ganhar a prova disso é que a telemar já tentou fazer acordo comigo duas vezes, me oferecendo R$ 180,00 e depois R$ 300,00 para retirar a ação contra eles. Sinceramente posso até perder, mas quero ir até o fim pois acho uma sacanagem o que eles fazem. Já imaginou se fosse cobrado indevidamente de cada cliente R$ 1,00 o quanto não seria a arrecadação? Imagina cobrar R$ 14,50 e outras tarifas extras, muitos não reclamam.
    Quer um conselho procure um advogado e processe a telemar de todas as formas possíveis e imagináveis, no meu caso se eu perder eu não perco nada (o advogada é comissionado).

    Bom espero ter ajudado a tomar alguma decisão
    Abraço e boa sorte.

  • Luccks says:

    Oi Ronaldo!

    A verdade é que tanto a Telemar como qualquer uma dessas outras empresas grandes procedem da mesma forma: enquanto vendem o produto tudo bem, mas depois disso, adios muchacho… Tive sérios problemas com a TIM (celulares Nordeste) e olhe que eu era cliente desde 1996 e tinha o mesmo número. Já tive problemas com a Companhia de Energia e Companhia de Telefone por cortarem os serviços por uma suposta “falta de pagamento”. Na melhor das hipóteses você consegue voltar a situação antiga sem prejuízos. Mas normalmente você perde tempo e dinheiro. SODA mesmo é ver as propagandas dizendo que o funcionário da Telemar é melhor porque trabalha feliz porque gosta do que faz, ou a TIM dizer que é “sem fronteiras” para quem já foi prejudicado. []’s

  • Ronaldo says:

    Vladimir, realmente a Telemar tem se mostrado um fracasso total em atendimento ao cliente. Só a questão da banda larga, que é praticamente impossível de conseguir em determinados bairros, já é de matar.

    Sobre o motivo por trás da mudança, eu também estou muito curioso. Eu fiquei pensando nisso o fim de semana inteiro e não consegui chegar a nenhuma conclusão.

  • Ronaldo says:

    Dyego, o seu raciocínio, sobre o desvio de arrecadação com serviços inexistentes, foi exatamente o meu. Uma vez eu monitorei os impulsos gastos na minha linha em um mês e a diferença foi gritante. Há horas que eu penso que essas companhias telefônicos devem ter programas feitos só para criar problemas para o cliente. 😛

    De qualquer forma, valeu pelo conselho. Eu vou ver o que consigo nessa área. Como eu disse, minha intenção é criar problemas para a Telemar, se possível. Não tem cabimento esse tipo de coisa.

  • Ronaldo says:

    Luccks, realmente essa situação de cliente que vivemos é de desanimar. Nós pagamos — e caro — pelos serviços e as coisas são feitas da pior maneira possível. Eu fico impressionado como esse povo não percebe que tratar bem o cliente é o jeito certo de aumentar os lucros. Mas num país como o nosso eu até desisti já. O negócio agora é fazer como você disse, tentar recuperar o prejuízo e previnir problemas futuros.

  • Salve amigão!

    Seguinte, eu já tive 1 milhão de problemas com a telemar. Resolvi absolutamente todos com apenas um recurso: TEMPO.
    Ligue várias vezes, explique com calma a cada um dos atendentes que voce não irá pagar por um erro deles, peça para falar com o supervisor (sempre tem um supervisor), ao falar com o supervisor, reclame da má vontado do atendente em resolver o seu problema.
    Nada disso vai adiantar antes da 3 ou 4 ligação.

    Em todos os casos (e para todos os atendentes) peça para que seja registrado no sistema o seu desejo de ser contactado por alguem que possa efetivamente resolver o seu problema.

    Outra coisa, avise (mentindo, lógico) que está gravando a conversa e que só esta avisando para a gravação ter valor legal. Eles vão dizer que tb estão gravando (o que pode ser mentira tb pq eles nao gravam todas as reclamações) mas parece que há mais boa vontade depois disso.

    Em resumo, perca tempo até pq o que está em jogo não é o valor mas o respeito que eles devem ter por mim e por vc.

  • Ronaldo says:

    Valeu pelas informações, Eduardo — especialmente a questão do supervisor. Quando eu pedi para falar com o supervisor, um atendente disse que não havia tal figura. Vou começar a pressionar em cima disso. Mentir eu não posso, mas posso ser bem chato se preciso… :-)

    Quanto ao tempo, você tem razão. Eu prefiro ter o trabalho e conseguir alguma coisa, do que nem tentar.

  • Gabriella says:

    Olha, Ronaldo, até que vc tá bem calmo… Eu, no seu lugar, estaria furiosíssima!!! Não deixa barato, não! Exija seus direitos, que consistem, inclusive, no seu número de volta! Eles abusam porque não vamos até o fim com as reclamações… Quanta gente tem problemas com essas companhias, mas não fazem nada por preguiça (a coisa realmente é lenta!) ou por achar que não vai dar em nada, devido ao tamanho e ao poder de tais empresas?!

    Não podemos deixá-los nos desrespeitar assim! É inaceitável pagarmos (caro) pra sermos (des)tratados desse jeito!!

    E não esqueça de nos manter informados sobre o andamento do caso! Espero realmente que vc consiga resolver! :-*

  • Ronaldo says:

    Na verdade, eu sou calmo assim por natureza. Minha esposa (e antes dela, minha mãe) diziam que eu era calmo até demais, ao ponto de assustar algumas vezes. 😀 Mas eu não pretendo deixar barato não. Eu sei como esse povo é, e você tem razão. Não tenho a menor idéia ainda sobre o que aconteceu, mas pretendo descobrir o que puder.

    E pode deixar que qualquer novidade eu coloco aqui.

  • Zé Renato says:

    Essa foi de doer Ronaldão.
    :(

  • AERCIO ANGELO says:

    Paulo Afonso, 03 de julho de 2003.

    A Anatel

    Ref.: SOLICITAÇÃO Nº 242876.2003 (Anatel )
    Protocolo nº 759323113654 ( Telemar )

    Recebi, ontem, um telefonema da Telemar. A pessoa se identificou apenas com: “Sou da Telemar.” Começou o diálogo dizendo que a minha reclamação era improcedente e que o débito da linha 2819938 que a Telemar cadastrou indevidamente como sendo minha era procedente, pois ele tinha feito uma pesquisa no sistema e que eu estava realmente devendo e que a linha citada tinha sido pedida e utilizada por mim.
    Perguntei onde estava instalada esta linha ( 2819938), ele falou que estava instalada no meu endereço, Rua Recife, 390 – Bairro Gal Dutra ( Só pode ser brincadeira..não é possível uma coisa dessa… Instalaram essa linha na minha residência sem o meu conhecimento nem de ninguém da minha casa notarem essa linha… Sabemos que a informática e as telecomunicações, a ciência de uma maneira geral estão muito evoluídas, mas LINHA TELEFÔNICA INVIS?VEL não tenho conhecimento que já exista disponível no mercado e mesmo que exista EU NÃO A PEDI..)
    Moramos no citado endereço eu, minha mulher e meu filho caçula ( os outros moram fora daqui ). Não temos nenhuma necessidade de uma segunda linha telefônica: não desenvolvemos nenhuma atividade comercial, industrial ou similar, não temos nem computador para utilizar a internet. Por que eu iria solicitar outra linha telefônica para o mesmo endereço e ainda negar que tenha pedido essa outra linha???
    Nos contatos anteriores, via telefone, que mantive com os atendentes da Telemar estes disseram que não dispunham da informação do endereço onde havia sido instalada a linha 2819938.
    Agora uma pergunta: se me disseram ontem que a linha 2819938 estava instalada na minha casa ( Rua Recife, 390 ), por que então eu nunca recebi nenhuma fatura de serviço ou qualquer outro documento referente a essa famigerada linha telefônica (2819938) durante este tempo que garantem que a linha esteve ativa???????
    Outra pergunta: Como é possível uma empresa de utilidade pública de âmbito nacional, como a Telemar, se utilizar do NOME e do CPF de um cliente e usá-lo sem o conhecimento nem consentimento deste.NÃO PEDI LINHA NENHUMA NEM UTILIZEI ESTA LINHA 2819938.
    Não existe controle nem fiscalização para a admissão de novos clientes? Porque se existisse compromisso, seriedade, respeito com os clientes já existentes, deveria haver um controle, identificação dos novos clientes para confirmar se a pessoa que pediu a instalação é a mesma que está recebendo o serviço. No ato da instalação da linha na residência do solicitante deveria haver uma verificação, se o morador é realmente o solicitante da linha telefônica, conferindo documentação e este assinando um protocolo ou ordem de serviço ou similar, concordando ou confirmando o serviço realizado a contento (na época da TELEBAHIA era assim o procedimento).Se esse procedimento fosse adotado não estaríamos desperdiçando tempo ( tempo é ouro) nem se estressando com explicações e justificativas.
    Alguém usou ilicitamente, com a conivência ou não da Telemar, o meu NOME e o meu CPF para utilizar o tempo que lhe foi permitido a linha telefônica 2819938, o débito já está em torno de R$ 497,35 e a Telemar quer a todo custo que eu adote este débito (SEM EU DEVER).ONDE NÓS ESTAMOS???
    Em outras empresas de fornecimento de BENS ou SERVIÇOS para realizarmos uma transação comercial qualquer que seja ela, envolvendo dinheiro, somos solicitados apresentar e fornecer fotocópia de todos os documentos pessoais, atestado de residência, comprovante de renda, se for por telefone a exigência também se faz presente, o atendente faz várias perguntas pessoais que só o cliente verdadeiro sabe responder.
    A Telemar para atender uma solicitação de instalação de linha telefônica basta dizer o nome completo, CPF, endereço para a instalação e um ponto de referência…(segundo me informaram vários atendentes Telemar). Perguntei também a vários atendentes, se os instaladores das linhas verificavam se os nomes das pessoas que estavam recebendo as linhas eram os mesmos que constavam na solicitação ou ordem de serviço da referida linha telefônica. Disseram-me que não dispunham dessa informação. PODE UMA COISA DESSAS?
    Mais um dos MILHÕES de clientes insatisfeitos com o serviço e desmandos de telecomunicação desse país.
    AERCIO ANGELO DA SILVA – aercio.angelo@bol.com.br

  • Camila Gaudêncio Gomes says:

    Pedi uma linha econõmica no meu telefone só que a funcionária disse que tinha que pedir outra linha pedi e agoranão consigo cancelar o antigo numero como devo proceder nesse caso?

What's this?

You are currently reading Problemas telefônicos at Superfície Reflexiva.

meta