Razões pelas quais não leio seu blog

August 4th, 2003 § 15 comments

Algumas razões pelas quais eu não leio o seu blog:

O seu blog não tem um feed RSS

Se o seu blog não tem um feed RSS, eu não tenho tempo para lê-lo. Eu leio dezenas de blogs diariamente e se fosse visitar cada um deles usando um bookmark gastaria todo o dia. Assim, eu uso um agregador e sei exatamente quando um site foi atualizado e se eu quero ou não ler as novas entradas, sem precisar de me dar ao trabalho de visitar o site diretamente. Criar um feed RSS para o seu blog não é difícil e pode ser conseguido mesmo em ferramentas que não suportam o formato diretamente, como o Blogger.

Para entender melhor o que é RSS e como utilizá-lo, visite o Projeto RSSficado.

O seu blog não suporta algum tipo de comentários

Se o seu blog não suporta comentários, você não me dá a oportunidade de responder aos seus argumentos ou, de uma maneira geral, reagir ao que você diz. Mesmo que você não queria permitir comentários diretos, existem outras maneiras de abrir o seu blog à contribuição. Um blog sem comentários é um monólogo e eu dificilmente me interesso por eles.

O seu blog não tem permalinks

Se o seu blog não tem permalinks, ou seja, um link permanente para cada entrada no mesmo, eu não consigo linkar suas entradas quando acho um assunto interessante. Se isso acontece várias vezes, eu perco a vontade de ler, já que não posso comentar. Praticamente todas as ferramentas para blogs suportam permalinks mas alguns blogueiros tiram o permalink da página.

O seu blog não tem conteúdo

Se o seu blog é meramente uma compilação de outros blogs, ou uma repetição das notícias do dia, ou ainda, uma coleção de testes cansativos e links ao acaso, eu não tenho tempo para acompanhá-lo. Seja criativo e escreva algo que seja só seu. Não precisa ser exclusivamente seu. Comentários, críticas e reações a outros assuntos são interessantes também. Por que você acha um determinado assunto curioso ou controverso ou ridículo é o que é interessante, não o assunto em si.

Um bom site sobre o assunto é o Patterns for Personal Web Sites.

O seu blog só fala sobre você

Tudo bem que blogs são pessoais. Ainda assim, se o único assunto do seu blog é você, provavelmente você me cansará rapidamente com a rotina do seu dia. A menos que você faça algo realmente interessante e tenha criatividade para expor essa coisa, eu não tenho tempo para acompanhar seu blog. Eu espero ver, no seu blog, como você reage ao mundo ao seu redor, não o que aconteceu. Eu quero ver como e o que você pensa, não uma mera fotografia de um evento. Afinal de contas, a maioria das coisas que acontece com você acontece comigo também.

O layout do seu blog só funciona no IE

Se o layout do seu blog só funciona no Internet Explorer, eu não vou visitá-lo já que uso um navegador diferente. Eu não tenho a menor vontade de abrir o Internet Explorer para ver o seu último JavaScript que usa código proprietário e não funciona corretamente em nenhuma outra aplicação. Principalmente hoje em dia, com o aumento do uso de navegadores como o Mozilla Firebird e o Opera, é imprescindível que seu layout seja mostrado corretamente em todos eles.

O seu blog não tem um blogroll

Um blogroll me permite saber quais outros blogs você lê e quais tipos de coisas interessam você. Também me dá a oportunidade de descobrir outras coisas interessantes e ver como você reage aos acontecimentos. Sem um blogroll, você se torna uma voz isolada; um blogroll mostra que você participa de uma comunidade, mesmo que indiretamente. Na verdade, isso beneficia mais você do que a mim, já que chama atenção para o seu blog.

O seu blog tem mais imagens que texto

A menos que o seu blog seja um fotolog, um excesso de imagens irrelevantes não vai me fazer visitá-lo com mais freqüência. Na verdade, depois de um certo número de imagens, eu nem vou me dar ao trabalho de abrir a página. Banda e tempo custam.

Conclusão

Não considere as razões acima como afrontas pessoais — imagine que o narrador acima é um leitor qualquer. Muitas das razões podem parecer arbitrárias, mas a intenção é mostrar como você pode melhor a comunicação entre o seu blog e outros para formar comunidades. Obviamente, o blog é seu e você tem direito de fazer o que quiser com ele. Assim, sinta-se à vontade para usar ou ignorar os conselhos acima.

§ 15 Responses to Razões pelas quais não leio seu blog"

  • Otávio says:

    > O seu blog não tem um feed RSS

    Por algum tempo usei um domínio para o meu blog e acabei usando php com mysql. Era simples buscar do mysql o conteúdo e fazer a saída em xml.

    Mas alguns problemas me fizeram sair de lá (não foram problemas financeiros não. Simplesmente o banco de dados passava 50% do tempo fora do ar e eu não queria ficar pagando para ficar sem blog)

    Pensei em mudar para outro lugar, mas será que eu poderia confiar no banco de dados?

    Com isso acabei voltando para o Blogger. Perdi a facilidade do php e meus Feeds. Solução? RSSficar o conteudo dele com algum script. Primeiro criei um parser baseado no RSSficado, mas depois acabei criando o meu próprio script. Está funcionando legal e estou satisfeito com ele.

    Infelizmente a maioria dos meus amigos (no mundo virtual e real, que são os mesmos) desconhecem o uso. Muitas vezes falo isso no meu blog, alguns comentam, mas não vejo eles tomarem alguma iniciativa.

    Depois alguns amigos acabaram migrando para o Movable Type e aprenderam que Feeds são interessantes. Foi só o sistema criar um arquivo .rdf em seus diretorio para a curiosidade tomar conta das suas mentes.

    > O seu blog não suporta algum tipo de comentários

    Tô fora tb. Não vou me dar ao trabalho de procurar o email da criatura para escrever alguma coisa. Muito menos procurar o numero do icq, jabber ou outro.

    > O seu blog não tem um blogroll

    No meu blog chamei de “Controle Remoto”. Ele abre uma pequena popup – popups normalmente são vistas com desprezo. Concordo, mas acho que usei de forma interessante – Ela usa a janela onde o meu blog estava aberto para mostar os blogs clicados. Assim fica fácil sair zapeando com o controle remoto sem abrir milhares de janelas do navegador.

    (desculpe, fui longo d+)

  • Dennis says:

    Continuo em dívida com meus leitores, meu feed ainda é um lixo, mas continuarei prometendo uma solução pra logo :-)

    Quanto ao resto, concordo com tudo, mas a frase “A menos que você faça algo realmente interessante” me fez lembrar algo curioso: o sujeito tem um diário na web (blog), não tem comentários, escreve numa língua que ninguém conhece e assim mesmo muita gente visita regularmente. Estranho? Não, esperado, afinal de contas ele é o Alan Cox! -> http://www.linux.org.uk/diary/

  • Ronaldo says:

    Otávio,

    Em relação a levar outros a usar ou criar RSS, a minha experiência tem sido infelizmente a mesma. Eu não tenho conseguido nem convencer outros blogueiros a usar um agregador, mesmo aqueles que visitam dezenas de outros blogs por dia. O ideal é a ferramenta criar o RSS de modo que quem se interessa possa usar mesmo que o próprio blogueiro nem saiba que seu blog suporta o formato. Ainda bem que o Blogger faz isso na nova versão.

    Sobre os comentários, você tem razão. Eu nem tenho outras ferramentas que não e-mail instaladas. Eu até me disponho a usar o e-mail se a necessidade surgir, mas mais do que isso não.

    Quando ao tipo de blogroll, eu não vejo problemas no seu, mas ainda gosto mais dos que ficam na página porque facilitam serviços como o Technorati. Afinal de contas, todo blogueiro gosta de olhar para o seu próprio umbigo de vez em quando. 😛

  • Ronaldo says:

    Dennis,

    Você está em dívida mesmo. Pode dar um jeito de arrumar esse seu RSS. 😀

    Sobre o Alan Cox, fazia tempo que eu não visitava o blog do cara. Que coisa estranha: escrever em gaélico…. Bem, o blog é do cara e ele deve ter público para isso (mesmo que sejam os dois últimos galeses do mundo). 😛

  • Otávio says:

    > Ainda bem que o Blogger faz isso na nova versão.

    Epa, Epa. Como é essa história? O novo Blogger não suporta RSS Feeds. Ainda.

  • Ronaldo says:

    Não? Ué, eu tenho a impressão de ter lido isso em alguns lugares (inclusive em outros blogs)… Só que não estou achando nada agora. :-)

  • Otávio says:

    Estava nos planos deles, mas não liberaram para usuários blog*spot sem o plano Plus, então..

    Por esse motivo acabei criando o meu em php e rodando na conta do meu pai na universidade :)

    Mas ainda espero que o Blogger libere. Eles sabem o quando isso vai ser útil um dia. A equipe do Google não é burra.

    A TAG existe. E ela até está no meu template. Só que ela passa sem ser executada.

    Já foi um grande passo a TAG de Titulo para os Posts. Quem sabe os RSS Feeds serão os próximos :)

  • Ronaldo says:

    Entendi… Acho uma bobeira deles. O concorrente deles, o Typepad, suporta o RSS no plano mais básico, que é muito barato. As pessoas podem acabar resolvendo ir para o Typepad que tem mais recursos e acabar descobrindo o RSS e gostando. Mas, como você disse, vamos ver o que acontece.

  • Otávio says:

    O plano deles mais básico não é tão barato assim. Por esse valor dá para rodar o Movable Type em algum lugar : )

    Vou esperar mais novidades no Blogger, senão MT.

  • Ronaldo says:

    Que dá, dá, mas o MT do Typepad é cheio de recursos extras e você não precisa configurar nada. Acho que só isso faz a diferença para muito gente. O preço para os outros planos, na verdade, só é barato para mercado lá fora.

  • Jonas Galvez says:

    Ufa, acho que meu blog se qualifica hehe… Btw, tá devendo uma resposta lá no blog do Dennis :)

  • Ronaldo says:

    Hehe! :-) O seu passa fácil, conhecedor do assunto que você é. Se não passasse, não estava nos links da página principal. 😛

    Sobre o desafio, eu ainda estou muito ocupado mas se você esperar um tempinho eu topo. Eu sei que vou perder feio, mas não custa nada demonstrar as tecnologias. :-)

  • pensaletes says:

    typepad

    tento não ser muito ativista em relação ao movable type, mas não dá: se você leva blogging a sério o…

  • W e t l i P says:

    Porque não leio seu blog?

    Boa discussão palpitando na rede sobre critérios pessoais na seleção de blogs preferidos. Eu já…

  • Razões pelas quais não leio seu blog

    Ronaldo conta no Superfície Reflexiva o porquê de não ler alguns blogs, eu particularmente, não acompanho alguns blogs por eles estarem hospedados no blogspot, blig ou blogger. Não, não é nenhuma frescura minha, apenas que os sites hospedados nestes do…

What's this?

You are currently reading Razões pelas quais não leio seu blog at Superfície Reflexiva.

meta