Corre como uma raposa…

November 24th, 2004 § 2 comments

O pessoal do Spread Firefox, preparando o anúncio de página inteira que vai aparecer no jornal The New York Times, está pedindo que os participantes do site criem frases curtas para aparecer no anúncio como pequenas histórias para convencer as pessoas lendo o anúncio a mudarem de navegador. As três melhores frases serão selecionadas.

Dando uma olhada nas frases já sugeridas, dá para se divertir bastante. Existem algumas realmente interessantes e outras que você só consegue rir quando lê. (Como se eu pudesse falar alguma coisa: não consigo nem pensar em uma boa. Mas, sério, têm umas que não dá para saber o que a pessoa está pensando na hora.)

Veja essa:

“I use Firefox because it’s so self-contained. Everything it installs goes into one folder.”

Como se os leitores do jornal fossem saber o que isso significa… Aliás, o fato de que o Firefox instala em uma única pasta também não tem nenhuma revelância. Não entendi mesmo o que a pessoa imaginou demonstrar com isso.

Outra, de alguém que quer dominar o mundo:

“Would you be a puppet, if you could be a puppeteer? Use Firefox and get control back!”

Da série “não faz o menor sentido”:

“Spreads like wildfire. Runs like a fox. Firefox.”

Essa embaixo deu um nó na minha cabeça. Parece com aquela frase que o Bilbo fala na sua festa de aniversário — você pensa que entendeu, mas não entendeu foi nada.

“It does what you want it to do, and it doesn’t do what you don’t want it to do.”

As próximas me fizeram rir em voz alta. Metáforas misturadas são dose.

“Stop just exploring the web, grab it by the tail. Download Firefox!”

“The web is a jungle. Don’t explore it; dominate it. Be a Firefox. Free.”

Momento Zen, ou Yoda, dependendo do que você prefere:

“Spreading I am, Fire I can be, Fox here I come”

Sabe uma coisa que me ocorreu? Se formos julgar por essas pesquisas recentes sobre pornografia, indicando que grande parte do tráfego da Internet é desse tipo e que muitas pessoas são viciadas nisso, uma frase sugerindo que o Firefox é bom para esse tipo de atividade vai ser um sucesso.

Brincadeirinha, brincadeirinha.

Tudo bem. Eu estou tirando um pouco de onda. O esforço do pessoal é bem válido. Se eu pudesse pensar em alguma frase que resumisse a minha predileção, eu a colocaria lá. Mas, por enquanto, estou deixando a tarefa a outros. Para não dizer que eu não gostei de algumas, as duas abaixo, por exemplo, são até interessantes:

“Freedom of Information starts with the freedom to access it. Use Firefox!”

“We gave them the product. We asked them for $50,000. They gave us $250,000. Any idea why? Get Firefox.”

Agora é só ficar esperando pelo anúncio. Eu continuo impressionado tanto com a dedicação da comunidade como com os resultados que o Firefox está obtendo. Mais de 8 milhões de downloads de um beta e 5 milhões de downloads da versão oficial são muita coisa. Aqui no Brasil, eu estou gostando de ver a dedicação de alguém na Folha de São Paulo. Já vi quase uns dez artigos sobre o navegador e uma pesquisa muito positiva (apesar do título enganador). Se as coisas continuarem assim, eu vou começar a acreditar que os padrões Web ainda têm uma chance.

§ 2 Responses to Corre como uma raposa…"

  • Eu gostei da frase do “Bilbo”, apesar dela não fazer muito sentido para o público em geral.

    Mas para nós faz sentido sim. Um dos problemas do IE é que ele faz “coisas” que nós não queremos que ele faça…

  • Ronaldo says:

    Hehehehe. Eu achei que ficou meio emboladona, tipo a frase do Bilbo mesmo. Essa aí até faz sentido, embora esteja longe de ser algo original. 😛

What's this?

You are currently reading Corre como uma raposa… at Superfície Reflexiva.

meta