Preguiça

June 19th, 2005 § 8 comments

Preguiça é uma das virtudes fundamentais da programação, junto com impaciência e hubris. Preguiça para nunca resolver manualmente o que pode ser resolvido de forma automática. Como se pode ver, nada tão ruim assim.

Infelizmente, nem sempre dá para aplicar. Esses dias, eu estou às voltas com um problema que exige editar quase que 2000 arquivos (PHP e HTML) manualmente, limpando o lixo que se acumulou nos mesmos com implementações anteriores por vários programadores. Não dá para automatizar porque virtualmente cada arquivo é único, tendo sido modificado várias vezes em ferramentas diferentes ao longo de mais de quatro anos. Existem áreas de conteúdo que aparecem de maneira idêntica na tela, mas cujo código é bem diferente em termos de formatação, caso e aninhamento de elementos.

O jeito é pagar para alguém fazer. Dureza.

§ 8 Responses to Preguiça"

  • Marcelo says:

    estou enfrentando os mesmos problemas, estes são uns dos motivos pelo o meu desapego total ao php, o fato de ser uma ferramenta ‘quebra-galho’ like perl, tcl, bash, ele não foi bem projetado pra projetos grandes, mas sim pra automação de websites terminando no fim um software de mais de 15mil linhas de código em php deixa um desenvolvedor quase maluco(eu sou prova, estou quase maluco) ainda mais pela dificuldade de reaproveitamento de código… .que saudade do meu c/c++ ahhehe abraços

  • Daniel Koch says:

    Preguiça, tudo bem, Procrastinação é o que pesa!
    Talvez você não sofra disso :)

  • É nessas horas que eu penso em simlismente dar um rm -rf no que tem feito e fazer denovo(seja em outra linguagem ou não)… pena que nem sempre as coisas são tão simples… c’est la vie!

  • jao says:

    quer ajuda???

  • jao says:

    precisa/quer ajuda com esse problema???

  • Ronaldo says:

    Jao, preciso/quero sim. :-) Vamos conversar.

  • Luis Eduardo says:

    Marcelo,
    Acho que isso não é um problema do PHP e sim do programador, em qualquer linguagem pode acontecer isso, basta o cara ser ter prequiça para programar correto, dentro de uma metodologia, tudo bem construido.
    A qualidade do software pedende muito pouco da linguagem, quem tem que cuidar da qualidade do software somos nós.

  • Ronaldo says:

    Marcelo, o PHP me desespera algumas hora. O problema não nem a linguagem em si. Com o PHP4, já dava para fazer muita coisa boa. E com o PHP5, mais ainda. O problema é que a maioria dos desenvolvedores não está nem ligando para estruturação, planejamento, etc. O resultado são problemas como esse. Infelizmente, não tem como ficar livre.

    Daniel, procrastinação é uma arte. 😀

    Rafael, eu também gostaria de poder fazer isso nesse projeto. Inclusive, foi minha proposta inicial. Mas, infelizmente, foi recusada. Agora o jeito é tentar resolver o pepino que me arrumaram. :-)

    Luis, concordo. Só acredito também que existem linguagens — e o PHP é uma delas — que auxiliam programadores ineptos na hora de darem tiros no pé. :-)

What's this?

You are currently reading Preguiça at Superfície Reflexiva.

meta