Jericho

February 26th, 2007 § 0 comments

Por indicação de um amigo, acabei assistindo também o primeiro episódio de Jericho e gostei bastante, embora eu deva também confessar que estórias pós-apocalípticas sempre foram muito do meu agrado.

Com exceção de alguns discursos excessivamente cunhados para um público americano–algo inevitável, na verdade–o primeiro episódio consegue desenvolver a premissa muito bem no tempo curto do formato. O contraste entre a pacata existência de uma cidadezinha de interior e a incerteza do que está acontecendo no mundo “lá fora” é muito bem retratada e, como não poderia deixar de ser, dada a premissa, o fantasma da aniquilação nuclear, aparentemente tornado real, é comunicado de maneira direta e eficiente com as imagens sombrias dos cogumelos das explosões.

Eu gostei particulamente das cenas onde os personagens descobrem que o desastre pode ter se estendido a outras cidades. A angústia da situação fica clara e, se a questão de ataques a solo americano em oposição a uma catástrofe global é enfocada, essa é uma mera conseqüência do panorama político atual. Só espero que, lá pelas tantas, tudo não se revele uma conspiração nuclear ou um experimento científico ou coisa similar. Eu prefiro o mais simples cenário Exterminador do Futuro.

Resumindo, parece ser uma boa série a ser acompanhada, embora eu não tenha absolutamente o menor tempo disponível para isso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Jericho at Superfície Reflexiva.

meta