Quanto se deve atualizar um blog?

March 13th, 2007 § 12 comments

O André Valongueiro escreveu uma entrada interessante sobre a freqüência de atualização de um blog e se há a necessidade de atualizações diárias. Vá e leia o texto primeiro, vale a pena.

A questão do André está condensada nesse parágrago:

É realmente necessário atualizar nossos blogs diariamente? Entendo que para alguns blogueiros, mais especificamente os que ganham dinheiro com isso, não atualizar o blog por um dia sequer significa prejuízo. Mas e quanto aos blogueiros “livres”, que optaram por administrar um blog simplesmente pela vontade de blogar e que visam, antes de qualquer coisa, relevância de conteúdo, no melhor sentido da palavra? É mesmo necessário?

Como um blogueiro “livre”, a minha resposta é que não há nenhuma necessidade, é claro. A freqüência de atualização de um blog é algo inteiramente subjetivo, ou seja, não passível de parametrização. O interesse em uma possível quantificação do efeito que entradas diárias, mais do que diárias ou esporádicas podem ter sobre um blog está no eterno narcisismo blogueiro, na sempre existente vontade de receber mais leitores e mais comentários.

Recentemente, Darren Rowse publicou uma lista de razões que levam as pessoas a pararem de ler um blog. Não sem um bocado de ironia, as razões mais freqüentes são: primeiro, muitas atualizações, e, segundo, poucas atualizações. A dualidade das respostas mostra o fato óbvio de que, seja lá qual for a sua freqüência de atualização, há pessoas que vão continuar lendo depois de observarem sua freqüência e há pessoas que não vão.

Mais adiante em seu texto, o André coloca que pausas podem levar a conteúdo mais relevante, de maior qualidade. Qualidade, eu acredito, também não é muito relevante por causa das diferenças de interesse entre leitores e, principalmente, entre o leitor e o escritor do blog. É claro que entradas escritas apressadamente, sem qualquer cuidado por uma mínima conferência do texto provavelmente não serão tão satisfatórias como algo que claramente foi pensado e digerido. E, ainda assim, existem blogs extremamente bem sucedidos que não passam de pequenos textos escritos no impulso do momento pelo blogueiro e que nem por isso são menos interessantes e relevantes.

Pessoalmente, eu escolhi publicar em média uma vez por dia. Eu entendo que isso leva algumas pessoas a pularem alguns textos e eu procuro compensar fornecendo textos curtos que possam ser pulados. Estes textos me ajudam a continuar escrevendo e ao mesmo tempo me dão as pausas entre um texto reflexivo e outro. Não sei se está funcionando, por ter retornado ao blog há pouco tempo, mas me parece uma estratégia interessante. Os comentários realmente diminuem com um freqüência maior, mas isso acontece na média. Em termos de entradas “importantes”, a tendência é que permaneçam iguais até onde eu pude constatar.

No final das contas, o que eu quero dizer é que nenhum padrão externo serve como referência para essa questão. E como o próprio André diz em sua entrada, a menos que você seja um blogueiro profissional, provavelmente não faz a menor diferença a longo prazo. Se o seu blog está lhe satisfazendo, sempre haverão pessoas com o mesmo interesse. E isso é o mais importante.

§ 12 Responses to Quanto se deve atualizar um blog?"

  • Fala Ronaldo,

    Achei muito interessante as razões que o Darren Rowse colocou como motivos para que as pessoas deixem de ler um blog. Uma grande ironia, de fato.

    Um ponto fundamental que foi colocado por você e que eu não me toquei ao escrever o meu texto é a questão da relação de proporção inversa entre posts e comentários: quanto mais atualizações existirem é provável que o número de comentários diminuam. Isso pode ser muito negativo para blogueiros “livres”, que se “alimentam” dos comentários dos seus leitores.

    Meu velho, valeu a participação e a referência!

    Grande abraço!

  • Sobre a frequência da atualização dos Blogues…

    O André Valongueiro escreveu uma entrada sobre qual a melhor frequência de atualizações de blogues e o Ronaldo entrou na discussão e ponderou, em resumo, que não existe uma regra que se adeque a todos os blogueiros:

    “No final das contas, o qu…

  • Bruh says:

    Acredito que nós, blogueiros livres de ads, possamos atualizar quando der vontade. Quando tivermos algo a dizer. Como você mostrou, tanto faz se existem muitas ou poucas atualizações, vai ter sempre alguém deixando de ler. E, preferencialmente, sempre um novo começando a ler.
    Para mim, os posts servem como debates saudáveis. Eu psoto, exponho minha opinião, conto um caso ou algo que o valha. Quando alcanço um número de respostas válidas (o que não engloba “ui que blog bonito!”) e uma troca de idéias igualmente válida, pondero sobre nova atualização. :]

    Beijocas

  • Tranqilão Ronaldo??

    Encontrar o ponto da pouca atualizão e muita atualizacão é a questão.

    Ótimos blogs sobrevivem com vários textos no dia e outros com 3 ou 4 por semana e tem uma ótima visitacão e feedback.

    Creio que a qualidade conta mais que a quantidade.

    Pois bem, escrevi a respeito no meu blog…

    FALOW !!

  • AkitaOnRails says:

    Discussão interessante, como blogueiro vou me intrometer também. E vocês tem razão: atualização em demasia cansa e tende a diminuir a qualidade e atualizações raras levam a perda do interesse.

    No meu caso particular, uma das coisas que uso como referência são as estatísticas de acesso. Normalmente elas tendem a ser estáveis e seguir uma rotina comum: menos acessos nos fins de semana e feriados, acessos estáveis durante a semana.

    O artigo que publiquei ontem me deixou surpreso pois deu um pico, os acessos subiram quase 30% acima da média diária. E isso depois de um hiato de quase uma semana.

    Eu costumo publicar posts rápidos e curtos de anúncios exatamente no momento em que são notícia. De tempos em tempos (duas em duas semanas, mais ou menos, mas sem rigor na frequência) escrevo artigos mais densos e noto que o pessoal que frequenta meu blog gosta exatamente desse tipo de artigo: algo para ser lido com mais cuidado, com certa quantidade de questões a serem pensadas depois e que trazem pontos novos a assuntos que muitos podem considerar batidas.

    Escrever blogs é muito interessante, acho que todos que tem algo a dizer deveriam tentar.

  • Ronaldo says:

    André, eu é que agradeço pelo texto interessante. Como você viu, gerou uma boa quantidade de respostas em outros locais. :-)

    Bruh,

    “que não engloba ‘ui que blog bonito!’

    +1 :-)

    Realmente é uma questão de vontade. Não faz sentido pensar em qualquer outro motivo para blogueiros não-profissionais. O que eu considero uma grande hipocrisia é a pessoa não admitir isso. :-)

    Sérgio, Qualidade é algo um tanto ou quanto imponderável. Existem blogs com dezenas de comentários por dia que são um lixo–para mim. Assim, mantenho minha posição de que a qualidade está nos olhos de quem vê, para blogs.

    Mas você tem razão, o lance todo é encontrar o ponto melhor para você. Blogs, por mais que se diga o contrário, são um projeto em conjunto. Ninguém escreve para o vácuo.

    Opa, Akita. Bom vê-lo por aqui. Pelo visto, não são longas só as suas entradas no seu blog, os comentários também. Brincadeirinha. :-)

    A minha experiência com estatísticas é similar. Sempre que há uma entrada um pouco mais elaborada, a tendência é ter um pico durante um ou dois dias enquanto ela se espalha, geralmente, pelo que eu noto, via agregações em ferramentas como InfoBlogs, etc.

    Hiatos tendem a fazer a leitura esporádica despencar, mas raramente o número de leitores via feed baixa. Os comentários é que sempre são um mistério: entradas que eu acho que vão render um comentário rendem vinte; entradas que eu acho que vão render dez não rendem nenhum.

    Eu raramente publico notícias externas. Geralmente só quando quero comentar algo a mais sobre o que vi, mas entendo o seu ponto. Faz sentido para a temática do seu blog.

    Finalmente, sobre “algo a dizer”, cito as palavras de meu mentor: se você tem algo a dizer, mande um telegrama. Brincadeirinha, mais uma vez. :-)

  • […] O Sérgio, André e Ronaldo, começaram uma discussão sobre a freqüência ideal de publicação em um blog. […]

  • […] Entrando na discussão sobre freqüência ideal de publicação, que já passou por Sergio Blog, André Valongueiro, Superfície Reflexiva, BrPoint e Bernabauer. […]

  • […] Complicado. Há mais de uma semana a freqüência de publicação aqui no blog está baixa. Já tentei de tudo, mas parece que alguém bloqueou absolutamente toda a minha mente. Todas as minhas idéias. Todos os meus ideais… Já até pensei em culpar uma única pessoa por isso, mas águas passadas não movem moinhos. […]

  • […] O Ronaldo, bernabauer, o Sergio, BrPoint, o André Valongueiro e o blog Superfície Reflexiva já falaram sobre o assunto e eu não poderia deixar de expressar minha opinião. […]

  • […] Ronaldo, bernabauer, o Sergio, BrPoint, o André Valongueiro e o blog Superfície Reflexiva já falaram sobre o assunto e eu não poderia deixar de expressar minha […]

  • […] Sérgio, André e Ronaldo, começaram uma discussão sobre a freqüência ideal de publicação em um […]

What's this?

You are currently reading Quanto se deve atualizar um blog? at Superfície Reflexiva.

meta