BarCamp Sampa VI

March 25th, 2007 § 8 comments

Finalizei minha participação no BarCamp aqui em Sampa e, apesar dos problemas, gostei da experiência. Saí um pouco mais cedo, ás cinco da tarde, mas a discussão ainda continuava forte em algumas salas. Ironicamente mais uma vez, depois de ter falado sobre uma boa noite de sono, comecei a me sentir mal no final da tarde, e agora parece que estou nas garras de uma gripezinha alérgica brava, com alguns graus a mais do que deveria estar. :-)

Hoje, depois de mais uma interrupção, conseguimos fazer uma sessão rápida sobre desenvolvimento Web e as possibilidades que vem por aí com comentários bem interesssantes do pessoal. O Jonas Galvez, que sumiu depois só Deus sabe lá para onde, mostrou um pouco do trabalho de codificação do Blogamundo, que é Rails pesado. Ficamos em opiniões opostas em muitas de nossas visões, algo que é ideal para esse tipo de conversa.

Dos problemas, eu acho que o maior foi a agregação excessiva nas palestras. No começo do evento, tínhamos dezenas de tags para discutir e depois, na hora de colocar no mural para coordenar, só sobraram os macro-tags, como blogs. Embora a idéia de uma desconferência seja legal, acho que deve existir uma certa fomentação de temas. Seria muito mais proveitoso se os organizadores houvessem preenchido parcialmente o quadro com micro-tags. As pessoas apareceriam e as conversas aconteceriam mais naturalmente. Na palestra de blogs, por exemplo, o tópico era, na verdade, pro-blogging e monetização. Naturalmente, as pessoas acabaram discutindo mais sobre o que queria por fora.

Pena mesmo foi que minha câmera tinha ido para o céu das máquinas um tempo atrás. Gostaria de ter tirado fotos.

No segundo dia, como o Luiz Rocha apontou, o local menor levou a uma focalização maior nos assuntos com algumas discussões bem legais. De qualquer forma, todavia, entretanto, porém, gostei do evento em si. Contatos legais e uma validação do “as pessoas se reconhecem como tal pelo som desta voz”.

Now, logging off for the rest of the night. :-)

§ 8 Responses to BarCamp Sampa VI"

  • O Jonas voltou depois. Ele tinha ido comprar alguma coisa, por isso a gente não achava ele em lugar algum.

    Mas depois ele reapareceu…

  • Nando Vieira says:

    Putz… como eu queria ter ido ontem. :(
    Rolou uma urgência de última hora — trabalho para variar — e não consegui sair. Fica para uma próxima.

    Uma coisa é certeza: é muito legal bater papo com a galera pessoalmente numa coisa bem informal como foi o BarCamp!

  • Marcelo says:

    Nando, parabéns pela ótima cobertura. Pena mesmo que não foi no domingo, eu achie que rendeu muito mais. Abraços

  • Luiz Rocha says:

    Para mim ficou muito claro o status de entidade do Jonas. Ele sumia e reaparecia aleatoriamente, causando tumulto e escândalo em cada sessão que ele comparecia.

    No mais, eu fiquei muito feliz de ter participado do BarCamp. Foi muito inspirador.

    Eu, aliás, fiquei matutando ontem a noite sobre o que foi conversado e bolei um ótimo modelo de negócios. Pena que eu não possa revelar ele ainda. :-)

    Falando sério agora, tem vários resíduos de conversas na minha cabeça, junto com a outras vozes, e eu pretendo dar rumo no blog para esses resíduos nos próximos dias.

  • Andre Avorio says:

    oi oi

    > Embora a idéia de uma desconferência seja
    > legal, acho que deve existir uma certa
    > fomentação de temas. Seria muito mais
    > proveitoso se os organizadores houvessem
    > preenchido parcialmente o quadro com
    > micro-tags. As pessoas apareceriam e as
    > conversas aconteceriam mais naturalmente.

    Tentei deixar a especificidade da sessão nas mãos daqueles que a agendam no quadro. É claro que propor um assunto tão genérico quanto “blog” pode render uma infinidade de sinapses relacionadas. Dá pra falar de monetização de blogs, de ferramentas de publicação, de linkania, enfim.

    Por mais que a coisa que una duas pessoas possa ser “blog”, uma pode perfeitamente passar o dia escrevendo código e a outra produzindo conteúdo, exclusivamente. São dois enfoques diferentes.. muitas vezes um nem se interessa pelo outro.

    A questão, então, não está em pré-agendar temas (ou micro-tags), IMHO. Está na percepção dos próprios participantes de que um assunto se for tratado de forma tão genérica.. pode virar bagunça. Quanto mais específico for o assunto agendado para um slot, mais produtiva aquela sessão pode ser. :)

    -andre avorio

  • Ronaldo says:

    George, o Luiz Rocha me levou na rodoviária e na hora que passamos na Rebouças, o Jonas passou do outro lado da rua. Buzinamos, mas ele achou que era o ônibus pedindo para ele sair da rua. 😛 Achei que ele tinha evaporado mesmo.

    Sem grilo, Nando. Pena que você perdeu a discussão sobre Rails e desenvolvimento Web. Suas idéias teriam sido muito bem-vindas. Mas foi muito bom conhecer você e o resto do pessoal.

    Luiz, eu fiz algumas leituras secretas com o meu tricorder e posso dizer que o Jonas que vimos lá é uma representação física de uma entidade que não existe propriamente em nosso plano multi-fásico temporal. Ops, estou vendo Jornada das Estrelas demais.

    Eu também fiquei muito contente de ter participado. Foi uma experiência super-interessante tanto em termos do modelo de desconferência quanto da possibilidade de participar mais ativamente.

    Aliás, será que fui o único que saiu de lá sem nenhum modelo de negócios? Falta de imaginação é dose. 😛

    Depois que eu me recuperar completamente do meu febrão de 39 graus pós-BarCamp, acho que vou postar mais alguma coisa aqui também.

    André, tudo bom?

    Eu pensei mais sobre o assunto e acho que você está coberto de razão. A proposta era aquela e funcionou perfeitamente. Se algo não aconteceu, foi porque os participantes não fizeram acontecer. Tanto é que, no segundo dia, eu acabei organizando uma sessão sobre desenvolvimento Web e funcionou legal. Sendo assim, não posso reclamar de não ter tido uma sessão com o enfoque sobre blogs que eu queria ver porque eu poderia ter organizado uma sessão e não fiz isso.

    Aliás, gostaria de aproveitar para parabenizar você e o resto dos organizadores pela realização do evento. Como repeti várias vezes aqui, gostei muito e ganhei muito também. Estou pensando até em organizar um evento assim aqui em Belo Horizonte. Meu irmão também gostou bastante.

  • Luiz Rocha says:

    Jornada nas Estrelas nunca é demais. Principalmente se for a nova geração. 😉

    Fico imaginando se isso é um colateral desejado do BarCamp. Fazer com que as pessoas fiquem com minhocas na cabeça e acabem postando e gerando mais discussão.

    Se não for, deveria ser.

  • Ronaldo says:

    Bem, pelo menos teve tanta reclamação que só isso já rendeu uns duzentos textos sobre o evento. :-)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading BarCamp Sampa VI at Superfície Reflexiva.

meta