Azar, um só é pouco

April 3rd, 2007 § 5 comments

Os leitores dedicados deve achar que o nível desse blog está indo para as cucuias. Onde estão os textos prometidos? Não se desesperem, caros leitores: para tudo há uma explicação.

Falando sério, já dizia o Neil Gaiman, replicando a sabedoria popular, que quando o azar chega, chega em três: no meu caso, vários grupos de três. Depois da BarCamp, a saúde resolveu desandar, e triplamente. Não vou mencionar os problemas, mas basta dizer que meus três males perenes resolveram aparecer juntos. O resultado é que os projetos se atrasam, e os drafts se acumulam aqui no blog.

Como se não bastasse isso, a empresa contratou um serviço de hospedagem novo para hospedar alguns dos clientes que demandam um processamento maior e o servidor foi (aparentemente, pelo menos) invadido na primeira noite de uso. Não tivemos culpa ou qualquer parte na história, mas isso nos custou um tempinho a mais que poderia ter sido dedicado a coisas mais proveitosas.

Para terminar, há abril com a declaração do imposto que estou protelando por causa do ano confuso. Trabalhar por conta própria dá nisso.

Como eu disse, azar vêm em três e às vezes em múltiplos de três. Lembrei-me da semana múrfica que experimentei mais ou menos na mesma época no ano passado. Será que a Terra passa por algum lugar estranho nessa época do ano em sua incansável viagem ao redor do Sol, algo como o Triângulo das Bermudas de sua órbita? :-)

Como eu disse no começo, para tudo há um explicação debaixo do céu. Os textos prometidos (Sérgio!) chegam logo.

§ 5 Responses to Azar, um só é pouco"

  • Neto Cury says:

    Pé de coelho, arruda, ferradura, vasilha de sal grosso com uma cabeça de alho inteira dentro, tudo na mesa do computador!
    hehehe
    Abração e melhoras, na saúde e na sorte!

  • Walter Cruz says:

    Deve ser o seu signo. (A não ser que vc seja de sagitário. Eu sou, e estou numa boa época, exceto a unha encravada)

  • Ronaldo says:

    Neto, Obrigado! Hoje, depois de antibióticos, analgésicos e outras coisinhas mais, acordei bem melhor. Vou pendurar as caixinhas como talismãs. :-)

    Walter, só tem um detalhe: não acredito em signos e, mesmo se acreditasse, meu aniversário ainda demora um pouco. Você está igual a um amigo meu… :-)

  • Walter Cruz says:

    Hehehe.. Na verdade, eu não acredito – não acho que o fato da Lua estar em sei lá onde e marte sabe-se-lá-onde vai me influenciar aqui.

    Mas, pelo lado da psicologia, os mitos gregos trazem muita coisa interessante, e eu gosto do mito do meu signo, de Quíron, o Centauro. :)

  • Ronaldo says:

    Eu tenho uma vaga idéia de qual seja o mito relacionado ao meu signo, mas não me lembro de nenhum detalhe específico: acho que algo a ver com dupla personalidade, sendo Gêmeos.

    Agora, tenho um amigo que até a cor da minha camisa é motivo para algum comentário sobre aura, doença e sabe-se o que mais. :-)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Azar, um só é pouco at Superfície Reflexiva.

meta