Dos males, o menor

April 30th, 2007 § 5 comments

Bem, o diagnóstico agora é que eu provavelmente sofro de cálculo biliar, mais conhecido como pedra na vesícula, e que das duas uma: ou tive uma crise particularmente violenta disso, ou pior, tive uma pancreatite aguda. Sinceramente, espero que seja a primeira e que, se realmente a segunda aconteceu, que seja a última. Segundo o que andei lendo, a segunda é particularmente fatal em uma boa parte dos casos e eu não gostaria de partir dessa para melhor tendo meu pâncreas digerido pelo meu próprio corpo.

Não sem uma grande quantidade de ironia, a primeira vez que eu realmente preciso do meu plano de saúde, ele resolve dar para trás. Estou tendo que me virar para conseguir o atendimento que deveria ser padrão e assumido pelo que pago mensalmente. Só não digo “só no Brasil” porque tenho amigos em vários outros países e não muda nada em qualquer lugar do mundo. Saúde é uma commodity, vergonhosamente e não resta nada a não ser partir para um fornecedor melhor.

De qualquer forma, só de saber que o diagnóstico está progredindo, estou me sentindo um pouco melhor. As três última semanas foram realmente infernais, e eu não me sinto nada mal em pô-las para trás.

§ 5 Responses to Dos males, o menor"

  • Luiz Rocha says:

    Cálculo (qualquer um) é uma maneira delicada do corpo falar “Aí, maluco, e eu?”.

    Tem que tomar cuidado. Os meus só me dobram na cama de dor e me levam a sessões regulares de espancamento (= litotripsia), mas pedra na visícula é bem mais trash.

    Se cuida, cara! Vc não vai querer perder a próxima onda de desenvolvimento herético, vai?

  • Ronaldo says:

    Por delicada, você quer dizer com socos insanamente doloridos na região superior do abdome, não é? 😉

    Mas, você tem razão: eu preciso ser mais cuidadoso com certos detalhes. E, não, não quero perder a próxima onda. Até porque pretendo viver para sempre. :-)

  • Luiz Rocha says:

    Por delicada, você quer dizer com socos insanamente doloridos na região superior do abdome, não é?

    Eu estava pensando em chutes, mas sim, vc pegou o espírito da coisa. 😀

    Até porque pretendo viver para sempre.

    Precisamos pensar desde já numa maneira melhor de apresentar os arquivos do seu blog, então. Listar mês-a-mês vai deixar de ser prático a partir de 2015. 😛

  • Nossa Ronaldo, sei muito bem o que você está passando, quando aconteceu comigo fiquei assustado, mas não foi nada de mais grave, só a dor horrível mesmo e agora a cada 2 anos meus rins resolvem eliminar algumas pedrinhas.

    Força Ronaldo.

  • Ronaldo says:

    Luiz, até 2015, acho que alguém inventa um sistema de indexação mais decente que os atuais. Aliás, com tantos anos de existência dos blogs, já deviam ter até inventado.

    Aguinelo, valeu pela força. Espero que eu não tenha mais episódios, mas se acontecer algo, pelo menos estarei um pouco mais preparado :-)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Dos males, o menor at Superfície Reflexiva.

meta