Silverlight e Flex outra vez

May 2nd, 2007 § 6 comments

O Mark Pilgrim postou outro de seus comentários avassaladores sobre a indústria, dessa vez focalizando sobre o hype em torno do Silverlight e a reação sobre o que isso significa para Flex e Ajax.

Desnecessário dizer, eu concordo com o que ele diz, no contexto de liberdade. É claro que, no que tange a código livre, Adobe e Microsoft são dificilmente exemplos a serem seguidos. Apesar disso, eu me imagino trabalhando com as duas tecnologias, como escrevi ontem, pelo mesmo motivo que hoje trabalho com .NET ou Java. Acho que não preciso nem me explicar em relação a isso, porque esse motivo é bem óbvio: intranets.

Em mais de uma década trabalhando com Internet, eu posso contar nos dedos os sites públicos que fiz. Intranets são um mundo estranho onde as regras da Web aberta são quase que completamente inválidas. E dentro desse contexto, eu já vi de tudo acontecer–por exemplo, há pouco mais de um ano atrás, um dos sites que eu implementei, por motivos além da minha vontade, precisava de um ActiveX bem estilo antigo, algo que, fora de intranets, nem se houve falar mais atualmente. Aliás, até a Microsoft atualmente está escondendo o fato que um dia promoveu essa tecnologia (apesar do fato óbvio de que tanto o run-time do Flex quanto o do Silverlight são implementados via ActiveX). E entre ActiveX, instalações de Sharepoint, bibliotecas antiquadas de JavaScript, tanto o Silverlight quanto o Flex se sentirão muito bem-vindos.

A maioria dos desenvolvedores Web não percebe a enorme distância que existe entre esses dois mundos. Não é sem razão que usamos palavras diferentes para os mesmos. Adobe e Microsoft, por mais que gastem palavras e palavras exaltando as virtudes dos seus ambientes para todo e qualquer site, não estão minimamente interessadas em sites públicos–exceto por questões óbvias de visibilidade. Existe um filão de desenvolvimento enorme onde a escolha da tecnologia é fixa, influenciado várias gerações de aplicações.

Assim, esqueçam o hype, esqueçam as licenças, esqueçam o papo de que a Web foi “rebootada” e coisas similares. Silverlight e Flex tem um propósito bem diferente. O resto é puro marketing. E é nesse contexto que eu estava descrevendo as atuais bibliotecas Ajax. Agora é meio óbvio, pensando nisso também, porque o Atlas, por exemplo, quase não saiu do beta.

Essas considerações, antes que alguém queira me matar, não significam que eu não gosto de código livre ou que não tento usá-lo mesmo no contexto da maior parte do meu trabalho. Pelo contrário, tenho várias aplicações rodando em stacks LAMP (ou no caso, atualmente, LAMR/LAMAR). É uma questão de pragmatismo: eu faço sempre o que o cliente precisa. E nem sempre isso envolve código aberto, infelizmente.

§ 6 Responses to Silverlight e Flex outra vez"

  • Pensamentos corretos Ronaldo, nem sempre usamos o que gostamos e nem sempre o que gostamos é o correto a usar, neste caso concordo que o objetivo não são sites e blogs, mas sim aplicações corporativas.

    Já tem gente se preocupando com o que vai usar para construir sites, acho isso perda de tempo, a própria Adobe diz: “Flex é para aplicações, sites construam com Flash”, mas tem gente que custa a entender….

    Abraços, e a saúde está melhor?

  • […] Além de novíssimas e reluzentes aplicações web, vamos ver uma evolução no software corporativo usando estas tecnologias. Esse troço chamado web 2.0, AJAX, etc, foi apenas um período de transição. Não é à toda que por toda blogosfera ecoa que web 2.0 não existe, não é nada, blá e blá. Agora é esperar pra ver qual vai ser o vencedor da nova e sangrenta batalha. Adoro isso! […]

  • Amigo do Techbitis, não concordo com você quanto a questão da Web 2.0.

    Também não sou a favor de utilizar rótulos, mas é necessario compreender que web 2.0 se caracteriza muito mais pelo conceito e utilização do que a tecnologia ou linguagem utilizada para desenlover os aplicativos.

  • metal says:

    ainda tô processando o que você escreveu, hehe

    mas oh, uma correção,
    você escreveu “código livro” ao invés de código livre =P

  • Ronaldo says:

    Corrigido, velhão.

  • Helder Aguiar says:

    Muito coerente, estou começando a estudar ajax e flex e minhas idéias tendem a ser parecidas com as suas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Silverlight e Flex outra vez at Superfície Reflexiva.

meta