Coraline

August 8th, 2007 § 1 comment

Que eu sou fã dos livros do Neil Gaiman, eu não escondo. Mesmo os livros dele que são considerados infantis dão uma leitura deliciosa. Coraline, que eu acabei de ler, não é exceção.

O livro é primariamente escrito para crianças, mas como Gaiman coloca em algumas notas finais na edição que eu tenho, ele ficou surpreso ao perceber que o livro gerava um senso de aventura em crianças e causava pesadelos em adultos.

Eu ainda não dormi depois de ler Coraline–e espero não ter os pesadelos invocados–mas tenho certeza de que Gaiman está certo. O livro é ao mesmo tempo inocente e assustador, evocando aquela coragem que vence o sentimento de impotência de uma criança diante de um mundo escuro que pode ou não ser real.

Coraline é a estória de uma garota–crescida além de seus anos–que, ao mudar-se com os pais para uma antiga casa dividida em várias residências, descobre uma porta que dá para uma parede. A parede, por sua vez, dá para uma das outras sub-residências que está vazia. É claro que não demora muito para que Coraline descubra que a porta leva a outro lugar e se veja envolvida em acontecimentos que, embora aventurosos, são também mortais.

Gaiman nos dá uma Coraline completamente formada com a qual podemos nos identificar–mesmo como adultos–e um conjunto de caracteres de suporte que, se não são tão realizados, contém a mágica do que Gaiman sempre escreve. Dos vizinhos estranhos ao gato companheiro, a estória passa por ambientes de encanto e amedrontamento.

A única coisa que eu tenho contra a estória é que ela é curta demais. Como é usual com Gaiman, recomendo fortemente.

§ One Response to Coraline

  • marcelina says:

    cheguei por acaso até vc, mas foi uma surpresa boa, vi que vc é sensato no que escreve a respeito de fé, e baseia-se na ciência para tal. Qual seu parecer sobre esta frase?

    Deus fala: – Te dei tudo que podia, cravejei as unhas de teus pés de Rubis… e Tú mataste meu filho Abraão…

    Esta foi a segunda vez que em sonho escuto a voz de Deus, num intervalo de 20 anos. Como nunca me detive para ler a Bíblia, desconheço a parte histórica.

    Meu primeiro sonho foi, o que creio ser, uma profecia, e depois de alguns anos desisti de achar tal livro com a frase por “Ele” lido para mim, pois não achei nada parecido. Bom… mas isto fica para nossa próxima conversa, quem sabe… aguardo sua opinião. Abraços, Marcelina

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Coraline at Superfície Reflexiva.

meta