Balanço cultural de agosto

September 1st, 2007 § 5 comments

Como o ano já está acabando, a conclusão inevitável é que minha meta não vai ser cumprida. Mesmo assim consegui dar uma acelerada em minhas leituras e o resultado do mês foi o seguinte:

  • 6 livros
  • 10 filmes

Nos livros, o mês passou pelos já resenhados Dreaming In Code, Coraline e Soon I Will Be Invincible. Além deles, aproveitei para ler o sétimo livro da série Harry Potter–antes que alguém me contasse o final–e continuar a leitura da série A Torre Negra. Desta última, o segundo volume, chamado A Escolha dos Três foi bem melhor que o primeiro, mostrando o crescimento do Stephen King como escritor. O terceiro livro, que estou lendo no momento, está muito bom também. Finalmente, para completar os seis livros mencionados, li Star Trek: Federation, um dos pockets que tanto me divertem. Bem fora da continuidade, mas divertido.

Nos filmes, o esquecível Ghost Rider, o interessante The Number 23 (cujo meio é surpreendente, mas tem um final bem fraco comparado com o que poderia ter sido) e uma segunda pedida de Crimson Tide, que continua bom como da primeira vez que vi. Flyboys foi bobinho (produzido e estrelado por ninguém menos que David Ellison, filho de Larry Ellison, fundador da Oracle) e Sunshine melhor do que eu esperava. O resto não vale a pena mencionar.

Mês próximo, mais livros.

§ 5 Responses to Balanço cultural de agosto"

  • Gobr says:

    \o/ e continuamos a leitura, refazendo o post no comentário (devia fazer isso no blog mas…)

    Esse mês não li praticamente nada, e vi poucos filmes, já havia lido o segundo livro da Torre o que é realmente MUITO bom, ainda não comprei o terceiro, comprei Os Filhos de Anansi do Neil Gailman, o que foi bem nerd-fanboy-consumista por que estava procurado o terceiro da torre e acabei que comprei ele no impulso sem ter idéia de histórias ou continuidade… acabei não lendo apenas 2 capítulos até agora…

    Nas séries fechei a primeira e segunda temporada de Prison Break, finalmente comecei House, os três episódios de Californication, também os três de Masters of Science Fiction, e o primeira da quarta tempora de 4400.

    Filmes… Death Trance (fazer o quê), metade de FlyBoys (DVD riscado é foda), SpiderMan3, Pi (FODA), Todo Poderoso 2, Dexter inicio da segunda temporada, acho que só… (é série mas eu lembrei agora e não vou copiar e colar, prefiro fazer uma observação ENORME!)

    And lives continues…

  • Luiz Rocha says:

    Gostei _bastante_ de Sunshine (acho que até fiz um post sobre ele quando vi).

    Já Ghost Rider, bem, o que dizer? Quando eu vi o poster; metade da cara era o Nicholas Cage, metade um CG péssimo, com um fogo ridículo e um crânio que parecia plástico, eu resolvi ignorar.

  • Juarez Filho says:

    Não sei como você conseguem ler tanto em um curto espaço de tempo. Ler 6 livros num mês é impossível na minha correria do dia a dia, mas sinceramente gostaria de ter mais tempo para ler bons livros. Os que eu leio passam pelos trancos e barrancos de uma leitura durante as viagens de ônibus. Nesse mês que passou eu comecei a ler um livro bem interessante sobre Microformats, como não acabei espero concluir esse mês.
    Alguém por ai tem algum curso de leitura dinâmica inter-estelar. =)

  • Ronaldo says:

    Gobr, sobre o Torre Negra, eu comprei todos juntos em uma promoção. Economizei basicamente um livro e meio na época e ainda deu para parcelar um pouquinho. :-)

    Eu gostei muito d’Os Filhos de Anansi. Não é tão bom, claro, como o Deus Americanos, mas foi bem divertido e dentro do que eu esperava do Neil Gaiman. Mas é pedir muito superar Deus Americanos. :-)

    Séries eu dei uma parada. Não aguento acompanhar tantas assim. :-) Quero vez Pi também, mas acho que só baixando. Nunca vi em locadora alguma.

    Luiz, o Sunshine me surpreendeu depois de tantas críticas. Foi uma estória bem pensada e bem Danny Boyle mesmo. Eu li que eles estavam querendo um status cult, mas isso não é algo que se planeje. Mas eu veria do novo eventualmente. Visualmente muito interessante e acho que a consultoria científica valeu a pena.

    Juarez, no meu caso é vício mesmo, mas eu tento aproveitar todas as horas possíveis. E com sempre vou dormir tarde, acabo emendando uma leitura de fim de noite. Nada de leitura dinâmica, é só hábito mesmo. Ler muito é mais uma questão de regularidade e alguns truquezinhos do que de velocidade.

  • Luiz Rocha says:

    Pois é… eu evito ler críticas justamente por isso, para evitar que criar alguma idéia pré-concebida ou preconceito antes de ver um filme.

    E, no geral, dá para confiar no trabalho do Danny Boyle. Eu gosto dos filmes dele.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Balanço cultural de agosto at Superfície Reflexiva.

meta