Idiomas a serem evitados em Ruby

November 23rd, 2007 § 0 comments

Parece que virou temporada de código perigoso em Ruby: primeiro, String#to_proc e agora uma forma de list comprehensions. Ambas usam execução de strings como código que é, para dizer o mínimo, sujeita a toda uma série de problemas escondidos.

Em outras palavras, não use. O conselho no primeiro texto é usar sem exagerar (e ainda avisa que pessoas vão reclamar sobre performance, como se isso fosse o que importasse). Execução de strings como código não é algo ilegal em Ruby, é claro–o próprio Rails usa muito e de uma forma bem interessante–mas isso não é algo que deveria se tornar comum em código externo. Em bibliotecas, há sempre uma justificativa possível de encapsulamento mas isso não é válido para código fora das mesmas.

Além dos potenciais problemas de depuração, bugs sem informação precisa de onde aconteceram, problemas potenciais em testes, o código simplesmente não bate com a elegância que sempre foi associada ao Ruby.

Então, repetindo, não use esse tipo de código–em especial, não o torne parte de suas ferramentas diárias.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Idiomas a serem evitados em Ruby at Superfície Reflexiva.

meta