Leitura não tão dinâmica

January 8th, 2008 § 9 comments

O André Valongueiro ficou curioso quando eu disse que conseguia ler um livro de 350 páginas em 2 horas e me fez algumas perguntas sobre o que eu faço para alcançar esse ritmo e como lido com a questão da absorção de conteúdo.

Como o pessoal também manifestou curiosidade no meu texto sobre o balanço cultural de 2007 fica aí a dica para as estratégias que eu uso. Só avisando de antemão que não há nenhuma técnica reveladora. Para mim é mais uma questão de prática mesmo.

§ 9 Responses to Leitura não tão dinâmica"

  • Diogenes says:

    Jah percebi que voce gosta muito de livros de ficcao, Ronaldo. No geral, como ficou a divisao de generos lidos nesse teu balanco de 2007?

    Antes eu soh lia livros relacionados a desenvolvimento de softwares. Mas de um tempo pra cah tenho diversificado um pouco mais…Tenho lido mais livros em outras areas.. Alguns romances, livros tecnicos na area de informatica, economia; ateh um pouco de psicologia e filosofia….
    Mas ainda acho q preciso diversificar um pouco mais. Acho que estah faltando um pouco de acao em minhas leituras! Vejo que tenho suprido essa necessidade apenas com filmes.
    Gosto muito de batalhas epicas, etc..

    Estou pensando em iniciar a leitura de algumas citacoes suas. Tem algum em especial nesse estilo?

  • Ronaldo says:

    Eu realmente adoro ficção e geralmente mais leio o gênero do que técnico. A grande parte do material técnico que eu absorvo vem das minhas leituras diárias na Internet embora eu procure, é claro, sempre manter uma leitura de não-ficção para balancear.

    Ano passo a divisão deve ter ficado na faixa de 70/30%. Esse ano eu pretendo trazê-la mais para 60/40%, mas sempre vou ler mais ficção do que não-ficção. Eu também gosto muito de ler sobre economia, história, sociologia e selecionei vários livros nesses tópicos para minha lista este ano.

    Mas, sobre a questão da ação, acho que não existem duas áreas melhores do que história alternativa, space operas e fantasias épicas para isso. Dependendo de qual você gosta, algumas recomendações:

    – The Pillars of Earth, Ken Follett (ficção histórica)
    – Cryptonomicon, Neal Stephenson (parte ficção histórica, parte ficção científica)
    – A Fire Upon the Deep e A Deepness in the Sky, Vernor Vinge (ficção científica)
    – The First and Second Chronicles of Thomas Covenant, Stephen R.Donaldson (fantasia épica)

    Todos os trabalhos acima representam parte do que há melhor em suas áreas do que tange ao sense of wonder que você está procurando. Acho que você vai gostar de qualquer um deles.

    E há também os calhamaços de você quiser seguir séries:

    – The Wheel of Time, Robert Jordan (fantasia, falta o último livro)
    – The Sword of Truth, Terry Goodkind (fantasia, completa)
    – The Baroque Cycle, Neal Stephenson (parte ficção histórica, parte ficção científica, completa, relacionada com o Cryptonomicon que deve ser lido primeiro se o ciclo for lido também)
    – The Hyperion Cantos, Dan Simmons (ficção científica)

    Esses é para quando você estiver mais experimentado. :-)

  • Diogenes says:

    Maravilha, Ronaldo!
    Obrigado pelas sugestoes! Vou ver se comeco o mais breve o possivel a devora-los! :-)

  • Fausto says:

    Olá Ronaldo,
    poxa kra se eu lesse a 1/3 do que você lê ja estava de bom tamanho para um começo.
    Li a entrevista e gostei bastante. Gostaria de saber qual dispositivo você usa para ler seus ebooks? Estou pensando em adquirir um mas to meio por fora. Se você usa celular pra ler, qual é o modelo do aparelho?
    É isso ai Ronaldo,
    tudo de bom pra vc kra…
    e continue com as leituras e os ótimos tópicos abordados por aqui…
    valeu..

  • Ronaldo says:

    Valeu pela força. Como eu disse lá, é só uma questão de treino. Arruma algo que você gosta de ler e logo você está devorando livros também. :)

    Sobre o aparelho, eu uso um Nokia E61. A tela é grande, bem iluminada e o aparelho é muito bom. Dá para ler horas confortavelmente. A única coisa que eu senti nele foi o flight mode para poder ler no avião.

  • Eu seria capaz de apostar que você usava um daqueles programas do filme Matrix…

    – Esposa, carrega o Livro A, por favor…. agora carrega o Livro B….

    :-)

  • Ronaldo says:

    Ná, quem me dera. São só longas noitadas mesmo já que depois do filhote o único tempo livro é depois que ele dorme. :-)

  • Estendo as conversaçes por aqui :-)

    Cas o não haja uma segunda versão da entrevista, com novas perguntas, seria legal você resenhar ou comentar que leitores de e-livros você usa no celular confesso que fiqui curioso…

    Minha vista está ficando ruim pra ler em telas pequenas, mesmo usando a letras maiores… mas numa fila de qualquer coisa, nada como sacar o celualr e ler livros… no momento eu leio meus feeds, mas gostaria de trocar por livros amenos :-)

    []’s

  • Ronaldo says:

    Vou providenciar o texto. Eu já andei fuçando com alguns leitores e formatos e dá para levantar algumas dicas. :-)

    Minha vista também não está lá essas coisas e eu já tive que subir a fonte do leitor. O bom do meu celular é que a tela é grande e mesmo com uma letra mais avantajada ainda dá para ler uma boa quantidade antes de mudar de página.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Leitura não tão dinâmica at Superfície Reflexiva.

meta