Linguagens de programação do futuro

March 18th, 2008 § 2 comments

Quando eu comecei a minha carreira de programação, o campo de linguagens era bem mais estático do que é hoje. Projetos recebiam linguagens de acordo com fórmulas que diziam qual era a melhor linguagem para aquele estilo de programa–fosse realmente interessante ou não usar aquela linguagem específica.

Durante meus primeiros anos de programador–e de fato, por muitos anos depois–eu tinha a distinta impressão que linguagens novas seriam a forma pela qual o campo seria renovado. Já então era possível criar lista de milhares de linguagens, com mais surgindo a cada dia e parecia bem provável que o campo se renovaria constantemente. Java e Delphi estavam para aparecer em suas respectivas áreas, PHP e Python estavam em ascensão e a área parecia estar ganhando um fluxo mais forte de inovações.

Olhando para o campo hoje, o mesmo parece tomado por uma ressurgência de linguagens e conceitos anteriores à própria época em que eu comecei. Isso não quer dizer que a quantidade de novas linguagens sendo introduzidas esteja diminuindo. O contrário, na verdade, parece estar acontecendo. É claro que a maioria das novas linguagens não subirá muito além do nível de uma curiosidade acadêmica mas não parece haver falta de criatividade em recombinar os conceitos primários em formas interessantes. Ainda assim, linguagens antigas reaparecem ou permanecem como opções mais interessantes.

Naquela época eu teria achado isso um retrocesso. Parte dessa permanência de deve ao mercado, é claro. Mas há um interesse cada vez maior em linguagens que algumas pessoas consideravam basicamente extintas ou linguagens que anteriormente ocupavam um nicho bem específico. O que parece indicar que o mercado está tentando se recuperar de uma certa estagnação.

De um ponto de vista, isso é bom. O fato de que conceitos antigos estão ganhando mais proeminência serve para fixá-los e fomentar ainda mais inovação. Sendo assim, eu penso que abrir mão das linguagens de programação do futuro não é, na verdade, abrir mão do futuro da programação. Essas novas linguagens virão. Mas depois de quarenta anos de relativa estagnação, recuperar um pouco do que pode levar o campo para a frente já é bem interessante.

§ 2 Responses to Linguagens de programação do futuro"

  • […] Link Tags: Blogs Interessantes Comments RSS feed […]

  • Sergio says:

    Se passou 2 anos que vc escreveu esse texto, acho que o ira acontecer sera o inverso, como todas as empresas procuram estabilidade e rapidez as linguagens mais voltadas para essa area serao as mais utilizadas como Ruby e Python, mas ahoc tb que Java nunca vai morrer, e C sera uma linguagem que todos precisao utilizar um dia, mas nao utilizar sempre.

    Obrigado pelo texto, ibriu minha cabe;a

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Linguagens de programação do futuro at Superfície Reflexiva.

meta