Não é à toa que chamam de sprint

April 25th, 2008 § 1 comment

Na próxima quarta, a nossa equipe termina o terceiro sprint do projeto em que estamos trabalhando. O trabalho essencial foi concluído hoje, mas ainda faltam ajustes para fechar e chegar a um sprint review positivo.

E, caramba, não é à toa que chamam as iterações de sprints. É claro que não há acaso na escolha porque a sensação durante a iteração é justamente a de um corredor. Quando chega o dia do review e as coisas se acalmam para uma reflexão, há virtualmente uma sensação física de fim de corrida.

E isso porque a equipe ainda está se ajustando. Eu não quero nem pensar em quando as coisas estiverem rodando em velocidade máxima–sem os empecilhos usuais de um início de projeto. Vai ser alucinante.

Tagged

§ One Response to Não é à toa que chamam de sprint

  • Ronaldo, quais os benefícios que você está vendo no Scrum em relação à maneira que normalmente é usada pra desenvolver software? O impacto positivo na qualidade está sendo sensível?

    Vocês usam também práticas do XP como integração contínua?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Não é à toa que chamam de sprint at Superfície Reflexiva.

meta