Exterminaram Terminator

December 15th, 2008 § 7 comments

Eu confesso que realmente tinha gostado do começo de Terminator: The Sarah Connor Chronicles. A segunda temporada, entretanto, até onde vi agora, está falhando miseravelmente. A minha previsão de que a parte de viagens no tempo se tornaria mais problemática se concretizou e os roteiristas não sabem mais onde enfiar tantos novos exterminadores.

Viagem do tempo é sempre algo difícil de fazer. Com exceção de uns poucos filmes como De Volta para o Futuro e Os 12 Macacos, é mais fácil falhar do que contar uma estória coerente. A questão é que chega uma hora que a coisa toda se converte em uma enorme seqüência de deus ex machinas que torna tudo inteiramente despropositado.

No caso das crônicas, a Skynet envia exterminadores para o passado que seria mais fácil mover a guerra para os dias atuais e dominar tudo antes de que a coisa começasse. A estratégia de mandar um exterminador após o outro é insultante para inteligência dos fãs. Aliás, a coisa toda poderia se resolvida pela Skynet de uma vez por todas se removendo para o futuro e mandando ordens do futuro profundo. Avançar o suficiente no cone histórico para ser quase impossível desalojá-la sem acabar com o resto.

Enfim, a série parece estar fazendo um sucesso moderado e deve continuar por mais um tempo. Mas o futuro é o mesmo do Smallville que divergiu tanto do cronologia oficial que só pode ser considerada uma linha alternativa. É bom, mas é ruim ao mesmo tempo. Eu preferia ver algo mais coerente com o original.

Tagged

§ 7 Responses to Exterminaram Terminator"

  • Particularmente não animei de ver nem a primeira temporada. Gosto muito dos dois filmes (o 3 eu não considero) mas uma série sobre o assunto, para mim, é chover no molhado.

  • Ronaldo says:

    A premissa da série–os anos formativos do John Connor–é até legal. Mas eu sei lá o que dá na cabeça desses roteiristas que os leva a inventar coisa que não tem absolutamente nada a ver com o mito que a série criou em si.

    Ultimamente, acho que o lance é copiar OC. Smallville é OC com super-poderes. Terminator é OC com cyborgs. E por aí vai…

  • A segunda temporada também está pouco a pouco me decepcionando. A quantidade de Terminators está de fato passando do limite do aceitável. Também acho muito chato o “clima” que deixaram entre o John e a Sarah nesta temporada. Se fosse um ou outro episódio, tudo bem, mas parece que estão sempre de mal agora. Também não estou mais gostando tanto da minha personagem preferida, a Cameron, mas não sei dizer exatamente por que.

    Ainda não assisti o episódio 12, então posso estar falando bobagem, mas o que foi o episódio 11? Side story?

  • Ronaldo says:

    Exatamente. Sobre a Cameron, acho que a personagem meio que entrou em loop. Os escritores tentaram focar no fato do “defeito” que ela tem agora como fator humanizante mas o efeito foi só deixá-la mais creep e sem sentido ainda.

    Eu parei no episódio 9 e estou me animando a ver os outros pelo menos para terminar o que já foi. E quem sabe não melhora? A esperança é a última que morre.

  • Daniel Silva says:

    É…
    Por isso que eu continuo com o meu House M.D. aqui.
    Pena, visto que Smallville era muito promissor, até mesmo para estoriar em cima da louis lane…

    Valeu!

  • sdm says:

    mas como uma estória de viagem no tempo pode ser coerente cientificamente falando?

  • Ronaldo says:

    Simples. Seguindo alguma das interpretações correntes da teoria das strings, por exemplo. Orci e Kurtzman falam que estão fazendo justamente isso para o novo filme de Star Trek.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading Exterminaram Terminator at Superfície Reflexiva.

meta