O princípio da caridade

October 20th, 2009 § 0 comments

Da Wikipedia, o Princípio da Caridade:

In philosophy and rhetoric, the principle of charity requires interpreting a speaker’s statements to be rational and, in the case of any argument, considering its best, strongest possible interpretation. In its narrowest sense, the goal of this methodological principle is to avoid attributing irrationality, logical fallacies or falsehoods to the others’ statements, when a coherent, rational interpretation of the statements is available.

Esse é um princípio pelo qual tenho tentado (ênfase em tentado) viver desde que me entendo por uma pessoa capaz de discurso em qualquer nível. Esse mesmo princípio é o que me motiva geralmente a fazer o papel de Advogado do Diabo mesmo quando a outra pessoa está defendo algo em que eu acredito usando argumentos falaciosos, seja por deliberação ou não–tentando, de qualquer forma, chegar em um ponto comum onde não há necessariamente concordância mas pelo menos entendimento.

Infelizmente–e eu sei que faço isso provavelmente mais vezes do que eu gostaria de admitir–nós sempre trazemos nossas asserções para a mesa e quase nunca estamos dispostos a aceitar isso.

Enfim, algo para tentar colocar mais em prática no dia-a-dia.

Tagged

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

What's this?

You are currently reading O princípio da caridade at Superfície Reflexiva.

meta