Squeak e Smalltalk por exemplo

July 5th, 2007 § 10 comments § permalink

Para os que estão interessados em aprender mais sobre Smalltalk e a implementação aberta Squeak, topei ontem com esse excelente tutorial que demonstra a criação de um jogo em Smalltalk. O tutorial usa desenvolvimento baseado em testes, ensina como usar o depurador, como empacotar código e por aí vai. Vale uma conferida.

O que você queria saber

July 2nd, 2007 § 6 comments § permalink

Como mencionado aqui alguns dias atrás, o Eduardo Fiorezi me convidou para uma entrevista em seu Tudo que Quero Saber. Batemos um papo longo na sexta-feira passada e o resultado está no oitavo episódio do podcast.

Falamos de Rails, CakePHP, Seaside e um série de outras assuntos que estão mudando a área de desenvolvimento Web. Como eu temia, o sotaque mineirês ficou patente até para meus próprios ouvidos–eu não tinha idéia de que eu cortava tanto as palavras. De qualquer forma, espero que vocês gostem. :-)

O que você quer saber?

June 19th, 2007 § 0 comments § permalink

O Eduardo Fiorezi me convidou para o próximo episódio do Tudo que Quero Saber, que, para quem não conhece, é um podcast entrevistando várias figurinhas da comunidade de programação do Brasil sobre assuntos que cobrem basicamente toda área.

As entrevistas já feitas foram excelentes e me sinto realmente honrado de participar. A idéia é falar de Rails, CakePHP, Seaside e tudo o que pudermos relacionado a estes frameworks que estão mudando a área de desenvolvimento Web. Se você tem perguntas, mande para o Eduardo. Só não se importem com o sotaque mineirês depois.

Depuração extrema

February 21st, 2007 § 4 comments § permalink

Qual desenvolvedor não precisou de corrigir um problema em produção e teve que passar por todo o processo de avisar os usuários, marcar um horário de downtime, tirar o programa do ar, enviar as mudanças, colocar o programa no ar novamente, rezar para dar tudo funcionar direitinho e repetir até dar certo?

Quando você usa uma linguagem de scripting, sem a necessidade do passo de compilação, a situação é um pouco melhor, mas não muito. No caso de compilação, a não ser que o servidor tenha sido montado com boas características de depuração (o que geralmente não é o caso), o ciclo é lento e doloroso.

Imagine então a possibilidade de fazer uma conexão para dentro de seu programa (que está rodando em outro servidor ao qual você não tem acesso direto) e não só poder depurar passo a passo o que está acontecendo enquanto o programa continua funcionando e os usuários continuam acessando o mesmo, como também poder corrigir o erro e continuar depois com todo o estado inalterado–correções a quente mesmo–sem nenhum ciclo adicional?

Isso é exatamente o que o RFB para o Squeak faz. Ele transforma uma imagem qualquer em um servidor VNC permitindo acesso remoto mesmo a instâncias rodando headless (sem interface gráfica), com todas as facilidades existentes na imagem em questão. Depuração extrema sem esforço.

Isso só me faz pensar no quão pouco nós aceitamos, como desenvolvedores, em termos de linguagem.

Imagem de desenvolvimento Squeak

February 15th, 2007 § 2 comments § permalink

Depois de muitas tentativas frustradas, consegui criar uma imagem de desenvolvimento mínima para o Squeak com o Seaside e o Glorp. Em outras palavras, desenvolvimento Web com banco de dados para Smalltalk. A imagem é para a versão 3.9 do Squeak e foi testada sob Linux e Windows.

O Glorp deu bastante trabalho e precisou de alguns patches para funcionar e, mesmo assim, ainda não passa em alguns testes. O resto dos testes (de setecentos e poucos, apenas três falharam) mostraram, entretanto, que o acesso a banco está aparentemente funcional. Essa versão requer o PostgreSQL 8.2 com autenticação plaintext habilitada.

Se você tem interesse em testar Smalltalk usando o Squeak, baixe a versão 3.9 do site oficial e use a imagem para testar. Seria interessante ver se há problemas extras.

Where Am I?

You are currently browsing the Smalltalk category at Superfície Reflexiva.